top of page

Se tornar como criança, é uma necessidade básica para missionar.


10 anos de ministério na África, temos aprendido que se não nos permitirmos, não escolhermos nos tornar como crianças, não poderemos servir de forma efetiva e honrosa ao nosso PAI.


1 - É preciso um coração que busca total dependência do PAI – e assim como uma criança, se deixar tomar pelas mãos, precisamos nos entregar aos seus caminhos. Confiar em seus passos, sua direção e sua provisão.


2 – Um Espírito Livre - livre para arriscar... Para se permitir ao novo, ao falhar. Que enfrente o medo e esteja disposto a recomeçar.

Que se lança ao desconhecido, à incerteza, ao desafiador, as renúncias...


3 – É preciso muita humildade.

Alguém que como uma criança reconheça a sua real necessidade de aprender.

Aprender a falar (uma nova língua), a conhecer, a respeitar uma nova cultura, um novo local, que reaprenda a viver...


4 – Flexibilidade, para considerar as diferenças e adaptar-se as diversas oportunidades.

E como uma criança, vivenciar o novo de forma inocente, na segurança dos braços do PAI.


“Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus”. - Mateus 18:03

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page